Extensão de contratos vão render US$ 18 bilhões em investimentos

0
74
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A extensão do prazo dos contratos de concessão da “rodada zero” aprovada pela diretoria da ANP vai render investimentos da ordem de US$ 18 bilhões. A agência já aprovou a ampliação do prazo de concessão de nove campos. Desses, seis são campos marítimos (Marlim, Marlim Leste, Marlim Sul, Frade, Voador e Ubarana), com investimentos compromissados no Programa Anual de Trabalho e Orçamento (PAT) da ordem de US$ 15 bilhões para os próximos cinco anos.

A ANP está atualmente analisando a extensão dos prazos de produção de 56 contratos de concessão com base na resolução 2, de 2016, do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). Marcelo Castilho, superintendente de Desenvolvimento e Produção da ANP, mostrou durante o O&G Regulation International Benchmark Forum, organizado pelo IBP e a OGE, entre os dias 10 e 11 de junho, que estão em análise a ampliação de prazo para 12 projetos offshore e outros 44 onshore.

Os primeiros campos offshore que tiveram seu contratos de concessão renovados, foram Marlim e Voador, operados pela Petrobras na Bacia de Campos. Em 2016, a ANP ampliou o prazo do contrato da Rodada Zero, que terminaria em 2025, por 27 anos, dando ao operador prazo para produzir na área até 2052. A Petrobras planeja, no Campo de Marlim, descomissionar as oito unidades de produção que estão no campo atualmente e instalar dois novos FPSOs.

Dos seis campos offshore que tiveram seus contratos de concessão prorrogados, cinco são operados pela Petrobras e um pela Chevron Frade que foi adquirida pelo grupo PetroRio, sendo a PetroRio Jaguar a nova operadora do Campo de Frade, na Bacia de Campos. (EPBR) fffffff

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui