Audiência Pública para mais duas termelétricas em Macaé

0
73
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Ibama e a GPE – Global Participações em Energia SA agendaram para o dia 16 de julho de 2019 a Audiência Pública obrigatória para o licenciamento das usinas termelétricas Jaci e Tupã, em Macaé. A Audiência será realizada no Centro de Convenções Jornalista Riberto Marinho a partir das 19 horas.

O projeto prevê a instalação das duas termelétricas que operarão exclusivamente a gás natural em uma área de 315 mil m² da Fazenda Boa Esperança, confrontando com as instalações do Terminal de Cabiúnas (TECAB), situado na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) no Pólo Industrial de Cabiúnas em Macaé, e que fornecerá o gás para o funcionamento das duas usinas.

A capacidade instalada das duas usinas, juntas, somam 2.180 MW – 330 MW para a UTE Jaci e 1.850 MW para a UTE Tupã. Elas serão compostas por dezesseis moto-geradores a gás e uma turbina a vapor, no caso da UTE Jaci; três turbinas a gás e uma turbina a vapor, no caso da UTE Tupã, ambas em ciclo combinado. As áreas ocupadas pelas usinas serão de aproximadamente 130.000 m² e 50.000 m² para as usinas Tupã e Jaci, respectivamente.

A conexão elétrica está prevista para ser feita junto à termelétrica Macaé Merchant, distante 15 km. O consumo de água previsto é de aproximadamente 1.850 m³/h para a usina Tupã e 180 m³/h para a usina Jaci, sendo a água captada do Rio Macaé, distante 10 km do local das novas usinas.

Polo de Energia

Estas duas novas termelétricas, se juntam a vários outros projetos de geração de energia com a utilização do gás natural, em áreas próximas às instalações do Terminal Cabiúnas. Além das UTEs Mario Lago e EDF, já instaladas, há previsão de mais quatro: uma na região do Imburo, a UTE Nossa Sra. De Fátima que aguarda a emissão da Licença Prévia; e três dentro da área do Complexo Logístico e Industrial Clima, uma já em construção – Marlim Azul, e outras duas já detentoras das licenças de instalação, porém sem previsão de início das obras – a Vale Azul II e Vale Azul III.

Confirmando-se a execução destes projetos, a região de Cabiúnas se consolidará como importante polo de energia tendo como matéria prima o gás das bacias de Campos e Santos, processado e fornecido pelo Terminal Cabiúnas, com produção atual estimada em 25 milhões de m³/dia, e o reforço da UGPN associada ao TEPOR, Terminal Portuário de Macaé, que terá capacidade de produção de 60 milhões de m³/dia. E para consolidar o polo energético, nada mais, nada menos que oito termelétricas com capacidade de geração de mais de 6 mil MW.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui